Uefs terá edital para auxílio digital

O Governo do Estado, diante de uma solicitação da Administração Central da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) aprovou, esta semana, a liberação de recurso financeiro para auxílio digital. O benefício será concedido a estudantes de Graduação e Pós-Graduação que não possuem acesso à internet para participação em atividades remotas propostas pela Instituição.

“Desde a aprovação da proposta do Período Letivo Extraordinário (PLE) 2019.2, estávamos dialogando com o Governo do Estado, buscando apoio para inclusão digital dos estudantes, de forma que estes pudessem cursar as disciplinas que serão oferecidas remotamente”, explicou a pró-reitora de Graduação, professora Fabiana Bertoni.

Em reunião na última quinta-feira, dia 23 de julho, a Secretaria Estadual da Educação e Cultura (SEC) avaliou a proposta da Uefs e mediou a concessão, pela Secretaria da Fazenda (Sefaz), do recurso para este auxílio. A liberação ocorreu no dia 27 de julho, em caráter emergencial para o Período Letivo Extraordinário, designado à aquisição de pacote de dados/internet.

O auxílio digital será concedido aos estudantes da Uefs mediante seleção via edital, que deverá ser publicado pela Pró-reitoria de Políticas Afirmativas e Assuntos Estudantis (Propaae), nos próximos dias.

Por conta disso, o prazo de matrícula dos cursos de Graduação foi prorrogado, para atender aos alunos que não têm acesso à internet e serão beneficiados com o auxílio digital. Então, os estudantes que não se matricularam em razão de não possuírem internet para participação em atividades remotas, podem efetuar suas matrículas.

 “O número de auxílios ainda não atinge a meta almejada por nós, que é alcançar a todos os alunos em situação de vulnerabilidade socioeconômica, inclusive por meio da oferta de equipamentos, e de ferramentas para estudantes com necessidades especiais. Contudo, entendemos que esta conquista já se constitui num passo em direção à inclusão digital de nossa comunidade estudantil”, afirmou a professora Sandra Nivia Soare, pró-reitora de Políticas Afirmativas e Assuntos Estudantis.

Ao todo, o edital vai oferecer 1.000 auxílios.